quarta-feira, 14 de junho de 2017

O uso de psicotrópicos em crianças e o direito à informação aos pais sobre os riscos e danos

Atualmente, aproximados 7% dos médicos brasileiros enfrentam algum tipo de processo, seja na área cível, criminal ou administrativa.Se você conhece entidades brasileiras que defendam os direitos dos pacientes e-ou familiares, entre em contato e informe. O direito à informação é básico.
Marise Jalowitzki
14.junho.2017
http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br/2017/06/o-uso-de-psicotropicos-em-criancas-e-o.html
A desinformação dos pais (e também pacientes adultos) sobre os riscos e efeitos colaterais de muitos psicotrópicos é uma verdadeira injustiça em nosso país. Todos os dias as declarações de "ninguém me avisou" são cada vez mais comuns e assustadoras. Quando os efeitos aparecem, nem aí os médicos costumam "se dar por achados" e os pais continuam procurando "causas" para as "novas" doenças, sem saber que é o medicamento que os provoca!
Assim, no caso dos psicotrópicos dados para crianças tidas como tdah, problemas cardíacos sérios (incluindo óbito), ginecomastia (crescimento de mamilos, em mais de 90% dos casos onde a risperidona, por exemplo, é usada), priapismo (ereção peniana sem que a criança, jovem ou adulto esteham excitados, podendo se tornar permanente, necessitando de dolorosa cirurgia), síndrome de steven-johnson, etc. passam como sendo outros problemas, as vítimas recebendo tratamentos 'nada-a-ver'... um verdadeiro caos! Os malefícios precisam ser levados em consideração, oportunizando aos pais a real avaliação dos possíveis benefícios. O que não dá é ficar no limbo! Como com todos os psicotrópicos, mesmo em casos super graves, carecemos de muito mais pesquisa e estudos efetivamente sérios!
É crescente o número de cidadãos brasileiros que denunciam erros médicos. "Atualmente, aproximados 7% dos médicos brasileiros enfrentam algum tipo de processo, seja na área cível, criminal ou administrativa. Comparando-se com a média dos EUA, onde 9% dos médicos possuem processo, notamos que estamos bem próximos da média da cultura mais litigante do mundo" (Jus).
Transcrevo texto do Injury Lawsuit Help (ajuda em ações judiciais), entidade que defende os cidadãos (pacientes ou familiares) dos erros médicos, das prescrições indevidas, da falta de informação sobre os efeitos adversos dos medicamentos psicotrópicos prescritos. Eles comentaram em um dos artigos que postei, deixando seu apreço pelo trabalho que vimos desenvolvendo ("Thank you for this valuable information, I hope it is okay that I bookmarked your website for further references.
risperdal" - 
"RISPERDAL® CONSTA® (risperidona) foi aprovado para o tratamento da esquizofrenia e para o tratamento de manutenção do transtorno Bipolar I.
Risperdal é usado para tratar esquizofrenia e sintomas de transtorno bipolar (depressão maníaca).
Risperdal também é usado em crianças autistas para tratar sintomas de irritabilidade. E para tdah também.
As famílias estão apresentando reivindicações legais contra a Johnson & Johnson e seu grupo Janssen alegando que os medicamentos antipsicóticos atípicos Risperdal e Invega causam o aumento do tecido mamário masculino. Conhecida como ginecomastia , a condição emocionalmente prejudicial pode levar a meninos que necessitam de mastectomias (remoção dos seios).
O Departamento de Justiça dos EUA disse que a J & J comercializou ilegalmente Risperdal e Invega.
De acordo com um ex-gerente de vendas da Johnson & Johnson, a empresa não esperou para obter a aprovação da FDA antes de promover seu uso para crianças.
Alerta para as mulheres que estão grávidas:
A risperidona pode passar para o leite materno e pode prejudicar um bebê lactante. Não amamente enquanto toma este medicamento e durante pelo menos 12 semanas após o término do tratamento.
Tomar medicação antipsicótica durante os últimos 3 meses de gravidez pode causar problemas no recém nascido, tais como sintomas de abstinência, problemas respiratórios, problemas de alimentação, tremores, tremores e músculos moles ou rígidos. No entanto, você pode ter sintomas de abstinência ou outros problemas se você parar de tomar seu remédio durante a gravidez.
Se você engravidar enquanto toma este medicamento, procure seu médico, não pare de tomá-lo sem o conselho do seu médico."



Protocolo de Autópsia - Morte do Menino Matthew devido ao uso prolongado de Ritalina

" O que é importante notar aqui é que Matthew não tinha qualquer condição cardíaca pré-existente ou defeito." (Heather Smith - Pai de Matthew)


Mais sobre o tema:
CRESCIMENTO DE MAMAS POR USO DE RISPERDAL (Risperidona, no Brasil) - 1º Caso que foi a Júri - Farmacêutica terá de pagar US$ 2,5 milhões como indenização
O jovem Austin Pledger, hoje com 20 anos de idade, é o primeiro cidadão a conseguir que seu processo fosse a júri. Ele passou a ter seios tamanho 46 - Nem o médico tinha conhecimento deste efeito colateral.  

Ficou comprovado que a Janssen (a quem pertence a Johnson e Johnson) sabia dos efeitos colaterais e ocultou.

http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2015/02/crescimento-de-mamas-por-uso-de.html


Para os que tem dúvidas em relação à medicalização de psicotrópicos em crianças - Ritalina não é para agitação ou ansiedade!  Risperidona e o crescimento de mamas


Mais::

"Não tome Ritalina® se você 
sofre de ansiedade, tensão ou 
agitação...  
Segundo resultados de uma pesquisa publicada em maio de 2013, nos EUA, nove em cada dez médicos receitam psicotrópicos para crianças logo na primeira consulta. 
Por Marise Jalowitzki






90% dos pacientes que ingerem Risperdal (Risperidona)
possuem níveis elevados de prolactina.
A prolactina controla o desejo sexual em homens. 




Há relatos de desejo sexual alterado e até de produção de leite em tratamentos prolongados!
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2015/02/risperidona-e-o-crescimento-de-mamas.html
Inclusão e Inserção





Nenhum comentário:

Postar um comentário