quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Apesar do diagnóstico em TDAH, mãe não desanimou - Florais, Nutrição saudável, Disciplina, Horários de Dormir e Mudanças na Rotina da Casa


"Graças a Deus não ministrei nenhuma droga no meu filho. Assim que ele começar na escolinha nova e for progredindo te conto mais. No fim, vejo que meu filho só precisava de mais atenção, carinho e compreensão por seu jeito peculiar e especial de ver o mundo e por não aceitar que lhe imponham padrões de "escolas-fábrica" como você diz."




03.dezembro.2015
http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br/2015/12/sem-tdah-florais-nutricao-saudavel.html

Apesar do diagnóstico de TDAH, a mamãe não desanimou, foi em busca das medicinas tidas como alternativas. Procurou uma escola mais acolhedora (como as Waldorf). O que importa não é o tamanho da escola e sim a filosofia. Quanto mais fechada, quando mais rígida, mais escola-fábrica (onde preparam a criança "para o mercado de trabalho") mais preso a criança vai se sentir.
Sim, procura estas escolas. Vais sentir a diferença. Muitas escolas particulares tradicionais são verdadeiras prisões para estas crianças sensíveis.
O mais importante de tudo é não deixar que o filhote acabe se achando o 'errado', o 'problema'.
Problema são os adultos que não sabem como lidar.
QUE BOM que ele tem a ti como mãe, que o compreende e apoia! É a base emocional que ele vai precisar para sempre, o que realmente importa.


Por Juliana Furucho
Olá, meus queridos!
Marise Jalowitzki com sua autorização, gostaria de registrar aqui minha gratidão a você e relatar a todos o quanto a medicina pode se enganar. 
Hoje, seguindo seus sabios conselhos, levei meu pequeno para passar a manhã na escola Acolher, que se utiliza da metodologia Waldorf. 
Ele foi a pedido da diretora que queria observar seu comportamento pessoalmente. Ao final do dia ela me diz que meu filho não aparenta ter nenhum problema de hiperatividade, nem de impulsividade, que ficou dentro da sala quietinho, interagindo com os demais praticamente a manhã toda, não gritou, não correu, não saiu da sala...enfim...que tem sim uma energia maior, mas que ele é capaz de controlar se for orientado de forma correta e que certamente o problema é da escola em que estava, que não está preparada para ele.
Claro que, como ela mesma disse, foi sua primeira constatação em um primeiro dia, mas pela sua experiência, com orientação, alimentação adequada e florais, ele terá total condição de seguir com a turma.
Neste momento, dei graças a Deus, por ter tomado a decisão correta e por ter colocado no meu caminho uma pessoa que me auxiliasse nesta tomada de decisão. 
Marise, muito obrigada, sem você jamais teria conhecido esta escola tão especial e que acolheu meu pequeno com tanto amor.
Vale registrar também, que após quase um mês tomando os florais, nutrição saudável, um pouco mais de disciplina com os horários de dormir e acordar e mudanças na rotina da casa, ele está bem mais calmo e até dormindo melhor. 
Espero ter colaborado de certa forma com todos. Um grande abraço!


Juliana Furucho é de Campo Grande - MS - Brasil













Solicitada a autorização para publicar com identificação, a resposta veio assim:

"Pode deixar publicado com certeza! Fico muito feliz em poder contribuir. Graças a Deus não ministrei nenhuma droga no meu filho. Assim que ele começar na escolinha nova e for progredindo te conto mais. No fim, vejo que meu filho só precisava de mais atenção, carinho e compreensão por seu jeito peculiar e especial de ver o mundo e por não aceitar que lhe imponham padrões de "escolas-fábrica" como você diz."


Querida Juliana Furucho, que notícia maravilhosa!!! Teu filhotinho merecia este momento, e tu, como mamãe dedicada, amorosa e compromissada, também! Fico MUITO feliz!!! Que sejam de flores ornados os caminhos!!!


CINCO MESES DEPOIS:





Juliana Furucho  sentindo-se emocionada com Marise Jalowitzki em Colégio Vip.
13 h
Primeiro boletim! E ainda queriam que eu desse drogas para o meu filho... e disseram que ele deveria ficar no primeiro ano...e disseram que ele não seria capaz sem a maldita tarja preta...e que a culpa seria minha...o remédio é simples e caseiro, amor, dedicação, paciência e uma escola parceira de verdade! Obrigada VIP vocês são demais! ♡
Ainda não é dez! Mas tenho certeza de que será!#foraritalina
 —  sentindo-se emocionada em Colégio Vip.



Que Alegria uma mãe poder compartilhar uma vivência assim prazerosa e produtiva! Bençãos, Benção e Bençãos!


Em 30.setembro.2016, Juliana escreveu em comentário na Página, após uma nova divulgação do artigo:

"Nossa Marise Jalowitzki quase 1 ano se passou! Aproveito para dar noticias!
Matheus está muito bem! Continuo com a nutrição funcional, ele tem passado mais tempo brincando e sendo criança e frequenta as aulas em apenas um período. Ele está lendo e escrevendo muito bem, não tive mais nenhuma reclamação sobre seu comportamento na escola e o melhor de tudo! Sem tomar uma gota ou um comprimido sequer de medicamentos.A Ritalina que cheguei a comprar ainda esta fechada no armário, ja vencida, aguardo apenas a oportunidade de descarta-la adequadamente.
Meu filho é perfeitamente saudável e muito inteligente! Bastou para ele uma vida mais simples, menos acelerada, uma alimentação mais saudável eu muito amor! Obrigada por ter feito parte dessa transformação."



Que maravilha!! Olha o rumo que tudo poderia ter levado! Parabéns ao Amor Incondicional de Mãe!!


 Marise Jalowitzki é educadora, escritora, blogueira e colunista. Palestrante Internacional, certificada pelo IFTDO - Institute of Federations of Training and Development, com sede na Virginia-USA. Especialista em Gestão de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas. Criou e coordenou cursos de Formação de Facilitadores - níveis fundamental e master. Coordenou oficinas em congressos, eventos de desenvolvimento humano em instituições nacionais e internacionais, escolas, empresas, grupos de apoio, instituições hospitalares e religiosas por mais de duas décadas Autora de diversos livros, todos voltados ao desenvolvimento humano saudável. marisejalowitzki@gmail.com 

blogs:

http://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br/

Para adquirir e obter mais informações, veja no blog  (AQUI) ou encaminhe e-mail para:
marisejalowitzki@gmail.com  



Nenhum comentário:

Postar um comentário