quinta-feira, 27 de julho de 2017

Priapismo - disfunção erétil - risperidona - ideias suicidas - TDAH - TOD - Efeitos Colaterais dos psicotrópicos em crianças

conheça mais dois relatos de pais apavorados com os efeitos colaterais que seus filhos apresentam, efeitos que desconheciam - Priapismo - disfunção erétil - risperidona - ideias suicidas - TDAH - TOD - Efeitos Colaterais dos psicotrópicos em crianças


Por Marise Jalowitzki
26.julho.2017
https://tdahcriancasquedesafiam.blogspot.com.br/2017/07/priapismo-disfuncao-eretil-risperidona.html

São tantas as denúncias e surpresas tristes que chegam, de pais assustados.

Umdeles contata para falar de como o filhote, de 7 anos, estava chorando alto no banheiro, pedindo ajuda, enquanto tomava banho. Foram ver, pênis ereto, o garotinho suplicando ajuda. A mãe pergunta se ele estava "se pegando", ele diz que não, que "tá doendo e começou sozinho".
Toma risperidona há um ano.
O pai fica parado quando lhe digo que provavelmente seja efeito do psicotrópico. "Porque o médico não nos avisou que podia dar isso?"
Porque não se interessam em dar explicação dos riscos. Ou não sabem!...
Orientei no que pude, dentro daquilo que pesquisei e conheço.

Que procure um médico homeopata com urgência, ou um especialista da medicina antroposófica, que vá prescrever outra medicação que possa ser administrada conjuntamente, para ir efetivando o desmame. (Não deve parar de súbito nunca um psicotrópico, ainda mais de uso prolongado. Pode dar síndrome de abstinencia e os estragos, grandes.

O outro relato refere-se a um jovem.
Estava até agora com uma mãe de um rapaz agressivo, 21 anos, que explode por qualquer coisa e está se desesperando porque não consegue controlar seus  instintos, e tem vontade - e necessidade - de se masturbar o dia todo! Olha o inferno!

Nem se  alfabetizou, tem uma revolta do tamanho do mundo, já tentou suicídio duas vezes e.... já tomou 8 tipos de psicotrópicos desde 1 ano e 04 meses!! COMO um médico receita tarjados em uso continuado, por tanto tempo? tegretol, risperidona, clorpromazina, ritalina, haldol...?!

Uma criança que TÃO NOVINHA teve TANTOS psicotrópicos misturados em seu pequeno corpinho, com certeza tem hoje uma confusão muito grande dentro de si!! Quanto mais novinha, mais a criança tem todas as partes do cérebro molinhas, permeáveis! Estes químicos tarjados são MUITO fortes e passam qualquer parede cerebral, atingindo áreas que nem deveriam estar sendo tratadas!!! O mal está feito e os médicos responsáveis por isto, com certeza, vão continuar tranquilos, alheios ao mal que causaram. Muitos deles (médicos) nem sabem o suficiente sobre os efeitos colaterais tão danosos, especialmente em crianças, que as drogas psiquiátricas causam, por falta de informação mesmo. E mais: quando há mais de um medicamento misturado, há o que se chama interação, quando se mesclam efeitos e passam a aparecer novas "doenças" que nada mais são que efeitos colaterais.

O rapaz precisa de MUITA compreensão. Uma mudança radical na forma como a família o trata vai, no mínimo, fazer com que ele não se sinta tão só e excluído, diferente e divergente, neste mundo!! Uma compreensão muito grande, pois as alterações que aconteceram em seu cérebro não foram por responsabilidade dele. E nem dos pais, que quiseram o melhor pra ele. E, talvez, nem do médico, caso este não soubesse de todos os efeitos colaterais (e muitos deles não sabem mesmo, pois a indústria farmacêutica faz questão de esconder, até hoje!! Negam, acusam e insultam aqueles que tentam esclarecer. É tudo parte de uma grande máfia!!)

Novos medicamentos psiquiátricos só vão aumentar a confusão mental. Bem, se ele toma risperidona para conseguir dormir, tenta ver se ele aceita entrar com os florais juntamente com a risperidona. Ele está tendo algum efeito colateral pelo uso de risperidona (aumento de peso, mamilos crescidos, alteração na libido-comportamento sexual)??

Não precisei fazer muitas perguntas para chegar a este resultado. O priapismo (disfunção erétil mesmo quando não está excitado) é uma das consequências do uso prolongado de vários psicotrópicos, entre eles o risperidona, que ele toma hoje largamente. O rapaz não controla mais os impulsos. Antes procurava desesperadamente os banheiros públicos, agora, já se masturba em qualquer lugar.

Efeito do psicotrópico. Podem vir coisas bem mais ruins pela frente e ele acabar sendo internado. Aí, com o intensivo de mais e mais psicotrópicos..... no que vai dar?

Passei todas as dicas possíveis e indiquei a procura de um homeopara ou terapeuta floral para que ele possa efetuar o desmame JÁ, gradativamente, e com acompanhamento médico, devido o longo tempo em que seu cérebro está sujeito às drogas psicotrópicas.

Usar os florais receitados pelo especialista, JUNTO com a risperidona vai ajudar um tanto e ele pode ir se experimentando, ver qual o efeito. Como falo sempre, o Rescue Remedy é chamado de Floral do Resgate, do Socorro e dá uma mexida num primeiro momento, em relação à diminuição da ansiedade, da agitação, do nervosismo. Ele pode tomar 5 gotas em momentos variados, geralmente 3x ao dia, até de hora em hora, nos momentos mais angustiantes. Pode passar na parte interna dos braços, na nuca, atrás dos joelhos, colocar na fronha antes de dormir.

Depois, para a agressividade, impulsividade, envolver-se em brigas, etc. ele precisa se conscientizar de várias coisas:

1) de noite, olhar o menos possível filmes de terror e-ou suspense, qualquer coisa que o deixe muito aceso! tentar ver coisas leves, pelo menos umas duas horas antes de dormir.

2) não usar bebida de álcool ou refrigerantes-energéticos à noite pois, mesmo que o álcool pareça relaxar, depois ele hipersensibiliza o cérebro, não deixando um sono de qualidade acontecer. O mesmo se dá com a carne vermelha e muito açúcar. Há alternativas pra ele ir começando uma nova maneira de se alimentar, caso queira.

3) fazer o mais possível de exercício - que seja caminhar - todos os dias, coisas que ele gosta, paisagens que lhe dêem prazer em observar, movimentando o corpo. Pedalar (se tem bicicleta e gosta).

4) saber-se digno na vida, merecedor de ser feliz. O fato de não ser alfabetizado pode estar diminuindo a autoestima dele. Tem de ver se ele quer e gosta disto, se sente falta, pois, aí, pode procurar um curso Supletivo para, pelo menos, receber alfabetização primária. As Igrejas Católicas costumam ter grupos comunitários que ministram estes primeiros cursos educativos. Não sei como ele lida com a questão de religião.

5) para a agressividade-impulsividade, vários terapeutas indicam importante mais um composto de essencias florais: Beech e Impatiens (trabalham diretamente na questão das raivas incontidas) + Larch e Clematis (são essencias que vão ajudar a retomar a autoestima, a autovalorização, o saber-se merecedor). Todos eles em um mesmo vidrinho de 30ml. Isto é uma dica em função do que já vivenciamos em nosso círculo familiar. Mas, o acompanhamento por um médico (homeopatia, ou antroposófico, ou medicina chinesa) é MUITO importante, pois cada caso e úm caso e cada ser tem seu próprio histórico e características.

Ele precisa ir se desintoxicando desta droga potente. Tomar os florais vai ajudar a ir espaçando as doses da risperidona. Há casos de jovens que ficaram com o pênis ereto e não regrediu mais. A cirurgia é geralmente o único caminho e é MUITO dolorosa. Tenho fotos que nem consegui publicar nos artigos sobre a risperidona, de tão terríveis! Pobres rapazes!!


E um pai já contatou comigo falando sobre o doloroso que foi ver o filho de 16 anos passar por aquilo tudo.




Algumas mães acabam achando que o problema está na criança, no jovem, quando, na verdade, SÃO OS MEDICAMENTOS PSIQUIÁTRICOS, que podem até levar a pensamentos suicidas. Por isso ratifico: a primeira coisa é o rapaz trabalhar sua autoestima, saber-se merecedor, que ele não é o "Ó" do mundo e, sim, uma vítima dos psicotrópicos. Um bom médico neuro homeopata ou terapeuta floral vai saber dar bons conselhos e encaminhamentos.

" Priapismo caracteriza-se por exagero do apetite ou da excitação sexual. Ereção peniana dolorosa, independente de desejo sexual, durante um período superior a duas horas, sem levar à ejaculação, causada por insuficiência de drenagem do sangue que enche os corpos cavernosos. É uma condição médica geralmente dolorosa e potencialmente danosa na qual o pênis ereto não retorna ao seu estado flácido, apesar da ausência de atividade sexual. A afecção em questão, na maioria das vezes, necessita de um atendimento médico urgente, sendo que o objetivo do tratamento é esvaziar os corpos cavernosos intumescidos, aliviar a dor do paciente, e prevenir a impotência definitiva. O priapismo, geralmente priapismo isquémico, é um efeito colateral conhecido de determinadas drogas. Os seguintes medicamentos por vezes podem causar priapismo: Antidepressivos, tais como a fluoxetina (Prozac) e bupropion (Wellbutrin)

· Medicamentos usados ​​para tratar distúrbios psicóticos, como a risperidona (Risperdal) e olanzapina (Zyprexa)"

O desmame do risperidona tem de acontecer Já, gradativamente, e com acompanhamento médico, devido o longo tempo em que seu cérebro está sujeito às drogas psicotrópicas.


E onde estão agora os médicos que prescreveram tantos psicotrópicos a uma criança pequena, cérebro em formação?

E, depois, há pessoas que apenas se limitam a criticar o nosso trabalho de divulgação dos efeitos colaterais danosos dos medicamentos psiquiátricos!
E a indústria farmacêutica aumentando ano a ano seus lucros!
Deus!
A mãe diz que vai procurar um homeopata amanhã!
Bençãos e Proteção!


O Chile tem 1445 casos catalogados - 1445 casos clínicos. Rev Med chile 2012; 140 - no Brasil, não encontrei nenhum.




Leia mais sobre o tema:



TDAH, TOD, agressividade - Efeitos colaterais - você sabia?


Na foto, Austin Pletger, primeiro menino - hoje com 22 anos - a receber indenização da farmacêutica fabricante, por efeitos colaterais pelo uso prolongado de risperidona, sem que os pais tivessem sido alertados - excesso de peso, mamilos desenvolvidos, transtorno na libido, disfunção erétil, desinteresse sexual.   

Por Marise Jalowitzki





90% dos pacientes que ingerem Risperdal (Risperidona) 
possuem níveis elevados de prolactina.
A prolactina controla o desejo sexual em homens. 




Há relatos de desejo sexual alterado e até de produção de leite em tratamentos prolongados!



TDAH - Retirando Risperidona, substituindo por Floral Rescue 

Leia este importante relato de como uma criança reagiu favoravelmente quando a mudança aconteceu no mundo adulto e contexto.

Visão biopsicossocial (biológico-físico, emocional-reações e social-entorno-e-pessoas-cuidadoras) e não apenas biobiobio (uso de fármacos, químicos)


Por Marise Jalowitzki e Gracielle Prado


http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2014/09/tdah-retirando-risperidona-substituindo.html



Marise Jalowitzki
Compromisso Consciente

Escritora, Educadora, 
Idealizadora e Coordenadora do Curso Formação para Coordenadores em Jogos e Vivências para Dinâmica de Grupos,
Especialista em Gestão de Recursos Humanos pela FGV,
Facilitadora de Grupos em Desenvolvimento Humano,
Ambientalista de coração, Vegana.
Certificada como International Speaker pelo IFTDO-VA-USA
marisejalowitzki@gmail.com 
compromissoconsciente@gmail.com 



Livro: TDAH Crianças que Desafiam 
Como Lidar com o Déficit de Atenção e a Hiperatividade na Escola e na Família
Contra o uso indiscriminado de metilfenidato - Ritalina, Ritalina LA, Concerta

Para adquirir, acesse: 


ou:
http://www.compromissoconsciente.com.br/
ou entre em contato direto:
marisejalowitzki@gmail.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário